Home » Humana » Quem poderá preencher minha carência?

Quem poderá preencher minha carência?


Administrador A.O. | 21 janeiro, 2019

COMPARTILHE ESTA PAGINA


Encarando as carências

O consagrado deve estar atento a todas as sensações e emoções que certamente surgirão em seu interior no decorrer de sua existência. Esta atenção é parte importante do processo de maturidade humana que precisa acontecer com maior empenho e seriedade em vista da vocação e do chamado de Deus.

O grande inimigo dos distraídos, sem dúvida, são as paixões. As paixões, que surgem como sentimentos avassaladores, podem chegar sem pedir licença e fazer grande estrago, trata-se de uma atração forte em que, lentamente ou repentinamente, a outra pessoa torna-se o objeto de tudo que sonhamos e projetamos com ideal, uma espécie de príncipe encantado ou bela adormecida que surge, do nada, necessitando de meus cuidados.

Mas onde está a causa destas explosões de enlouquecidas energias interiores? Nas carências afetivas. Muitas vezes a outra pessoa, por seu modo de ser, se expressar ou dar atenção, preenche exatamente a carência afetiva que está em mim, por isso ficamos encantados com o outro, porém, trata-se apenas de paixão que acabará tão facilmente como começou.

Orando diante de Deus

Somente Jesus tem o poder de equilibrar nosso interior, somente Ele é capaz de suprir as nossas carências, por isso, através da oração, contemplação e adoração poderemos fazer deste momento de provação e dificuldade uma bela oportunidade para a cura e para a libertação de toda a espécie de carências. Devemos buscar todas as respostas em Cristo, com toda a confiança.

Para que Jesus cure nossas carências, um dos fatores determinantes é a sinceridade com nós mesmos, com Deus e com as pessoas que nos guiam no caminho vocacional. A honestidade é o melhor caminho para manter a sanidade diante de um sentimento de paixão.

As armadilhas das carências

Uma paixão pode também tornar-se um valioso instrumento para o tentador que, usando de nossa fragilidade, instiga em direção às ilusões e fantasias infantis, não resolvidas. Nosso interior é infinitamente misterioso e amplo, mas, não para o poder de Deus; Ele, e somente Ele conhece o abismo de miséria que está instalado dentro de nós. Coloquemos toda a confiança em Nosso Senhor.

Maria Francisca

Deixe um comentário

Current month ye@r day *