Home » Espiritual » Papa Francisco sobre sua devoção a Santa Teresinha do Menino Jesus

Papa Francisco sobre sua devoção a Santa Teresinha do Menino Jesus


Administrador A.O. | 1 outubro, 2019

COMPARTILHE ESTA PAGINA


O Papa Francisco revelou sua devoção a Santa Teresinha do Menino Jesus, dizendo que ela o acompanha e o acompanhou em cada passo de sua vida.

“Essa Teresa, agora, acompanha um idoso. E quero testemunhar isso, quero dar testemunho, porque ela me acompanhou, me acompanha a cada passo. Ensinou-me a dar os passos”, confidenciou o Santo Padre durante uma pregação espontânea de mais de meia hora pronunciada para quase cem religiosas de clausura.

Foi durante a visita que o Papa Francisco realizou ao mosteiro de clausura das monjas carmelitas em Antananarivo (capital de Madagascar), onde rezou com quase 100 religiosas contemplativas procedentes dos diferentes mosteiros de todo o país que, por exceção, saíram de seus claustros para encontrar o Pontífice.

Por isso, depois de rezar a hora média, o Santo Padre abriu o seu coração às religiosas para lhes contar espontaneamente sobre sua devoção a Santa Teresinha do Menino Jesus e os ensinamentos da Santa em sua vida.

Santa Teresinha é “uma amiga fiel, por isso, não queria falar com vocês sobre teorias, queria lhes contar sobre minha experiência com uma santa e contar o que uma santa é capaz de fazer e qual é o caminho para ser santas”, disse o Papa, que as encorajou a seguirem em frente com coragem.

Ao chegar, o Pontífice foi recebido pela priora do mosteiro, Ir. Maria Magdalena da Anunciação, que disse em francês, em nome de todos os presentes, algumas palavras de boas-vindas ao Papa.

Depois, o Papa Francisco rezou a hora média com elas e, no final, entregou-lhes a homilia escrita que havia preparado para elas, “para que pudessem ler, meditar tranquilas”, enquanto destacou que queria lhes dizer “algo do coração”, porque para “seguir o Senhor é preciso sempre coragem”, embora “seja verdade que o trabalho mais árduo é Ele quem faz, mas devemos ter a coragem de deixar que Ele o faça”, afirmou.

Depois de lhes contar a história de duas monjas, uma idosa e uma jovem, o Pontífice explicou: “Isso não é uma fábula, é uma história de vida”, a jovem se chamava Irmã Teresa do Menino Jesus e destacou vários ensinamentos:

1. “A caridade nas coisas pequenas e nas coisas grandes. O caminho da perfeição se encontra nesses pequenos passos no caminho da obediência”.

2. “A coragem de dar pequenos passos, a coragem de crer que na minha pequenez Deus é feliz e Deus trará a salvação do mundo”.

3. “Se você quiser mudar não somente o mosteiro, não somente a vida religiosa, mas mudar e salvar com Jesus, salvar o mundo, comece com esses pequenos atos de amor, de renúncia a si mesma, que aprisionam Deus”.

4. “O mundanismo não é uma monja de clausura, é uma cabra que segue seus caminhos, que leva para fora da clausura”.

5. “Quando vier em vocês pensamentos de mundanismo, fechem a porta e pensem nos pequenos gestos de amor: estes salvam o mundo”.

6. “Os diabos educados tocam a campainha… O tentador não quer ser reconhecido, por isso vem disfarçado de pessoa nobre, educada”.

7. “Este conselho eu lhes dou: falem imediatamente. Falem logo se algo lhes tira a tranquilidade, antes mesmo de tolher a paz”.

8. “Sempre a transparência do coração. Falando, sempre se vence. É verdade, é preciso reconhecer que nem todas as prioras são o prêmio Nobel da simpatia”.

9. “Para a tentação, para a luta espiritual, o exercício da caridade não se aposenta: você deve lutar até o fim. Até o final. Também na escuridão… Nesta luta – cruel, mas bonita – quando é verdadeira, não se perde a paz”.

10. “Eu gostaria que todas fossem crianças no espírito… Com aquela dimensão da infância que o Senhor ama tanto”.

Por último, o Papa Francisco enfatizou que no final da vida de Santa Teresinha, ela ficou doente e “pouco a pouco pareceu-lhe ter perdido a fé” e enfatizou que isso aconteceu com Santa Teresinha que “em sua vida soube afastar os demônios educados”. Por isso, o Papa concluiu que: “é preciso caridade, oração. A caridade de pedir um conselho a tempo, de escutar… E a oração com o Senhor, a oração: Senhor, é verdade isso que estou sentindo? Isso que a serpente me disse, é verdade?”.

ACI Digital

Deixe um comentário

Current month ye@r day *